sexta-feira, 25 de março de 2016

EFA de Marabá e Organizações promoveram Seminário sobre Pedagogia da Alternância

Aconteceu na sexta-feira (18), a partir das 20:00 horas a Abertura do Seminário: história, desafios e perspectivas da Pedagogia da Alternância na Região Sudeste do Pará, na EFA Padre Humberto Pietogrande, localizada na Rodovia Transamazônica km 23 – Marabá (sentido Itupiranga). 
Coordenada pelo o educador Yank Torres (EFA) participaram da Mesa de Abertura: o Secretário Municipal de Educação Pedro Souza, o Reitor da Unifesspa Maurílio Monteiro, o coordenador de Ensino do Campo da SEMED Ueslei Nascimento, o Diretor do IFPA Campus Rural Manuel Fábio, o Professor Orlando Nobre Souza (UFPA), o professor Orlando Moraes (4ª URE/SEDUC), o Supervisor Regional da Embrapa Daniel Mangas, o diretor da FETRAF Sebastião Alves de Souza, chefe de Unidade do INCRA Neudilan Bezerra, o presidente da Associação dos/as Agricultores/as Familiares do PA Grande Vitória Antonio Rodrigues da Rocha “Mineiro” e a Coordenadora da EFA Vanalda Araújo.

sexta-feira, 11 de março de 2016

Carta de Apoio ao Movimento da Educação do Campo do Estado do Espírito Santo

Em apoio aos companheiros e companheiras de caminhada que lutam em defesa da Educação do Campo e da Pedagogia da Alternância no Estado do Espírito Santo, a partir de ações retrógradas do Governo Estadual, que tem prejudicado especialmente as escolas de assentamentos que adotam a Pedagogia da Alternância, bem como trazido prejuízo aos profissionais que atuam nestas escolas, a UNEFAB em nome do Movimento das Escolas Famílias Agrícolas do Brasil, emitiu nota em defesa da Educação do Campo pela Pedagogia da Alternância, reafirmando a necessidade do ente estadual respeitar os marcos regulatórios previstos na legislação federal e estadual daquele Estado. Segue abaixo a nota:

quinta-feira, 10 de março de 2016

EFA da Região de Marabá: 20 anos de história

As origens da Educação do Campo no Estado do Pará* estão ligadas as experiências educativas de formação de jovens agricultores/as utilizando a Pedagogia da Alternância. Tendo como projetos pioneiros a Casa Familiar Rural (CFR) de Medicilândia, em 1995 e a Escola Família Agrícola (EFA) da Região de Marabá, em 1996. Ressaltamos que no Pará a primeira EFA funcionou no município de Afuá criada em 1992. 
O marco inicial da EFA da Região de Marabá é o I Encontro de Jovens Camponeses, realizado em outubro de 1993, pela Fundação Agrária do Tocantins Araguaia (FATA) no âmbito do Programa Centro Agroambiental do Tocantins (CAT), em conjunto com seus Sindicatos dos/as Trabalhadores/as Rurais (STTR´s) de Marabá, Itupiranga, Jacundá, São João do Araguaia, São Domingos do Araguaia e Nova Ipixuna. O surgimento da ideia de criar uma Escola Agrícola - Projeto Futuro do Jovem Camponês é este encontro de jovens, início da caminhada.