sexta-feira, 28 de outubro de 2016

EFA de Marabá reúne com a Secretária de Educação - Atualidades e Perspectivas

A equipe de monitores/as (educadores/as) da Escola Família Agrícola (EFA) Padre Humberto Pietogrande reuniu na última quinta (27), com a Secretária Municipal de Educação de Marabá Ranyelle da Silva Septimio. O objetivo da reunião foi assegurar e garantir através da EFA o direito a Educação do Campo para jovens rurais, suas famílias e comunidades.
Também participou do diálogo a Diretora de Infraestrutura e Logística da SEMED a geógrafa Raquel Cardoso Rosa, que em função de sua trajetória de assessoria aos Movimentos Sociais, tem sensibilidade para apoio a projetos voltados para Agricultura Familiar. Sugeriu que a coordenação da EFA convide a imprensa para realizar uma prestação de contas social. Colocou à disposição para apoiar no fortalecimento do projeto que tem por crença “é possível produzir conhecimentos e alimentos agroecológico”.

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Nota de Pesar pelo Falecimento de Monitor no Amapá

A UNEFAB vem por meio desta tornar pública nota de pesar pelo desaparecimento do professor/monitor de Artes da Escola Família do Rio Macacoari, Erenilson Araújo, o "Ere", vítima de um naufrágio neste domingo, 23 de outubro, em local próximo a foz do rio Macacoari, no Estado do Amapá.
O mesmo estava em uma rabeta (tipo de barco) que se afundou por conta da maresia. Outros três monitores da EFA que se dirigiam a Macapá foram resgatados com vida. O corpo de Erenilson foi encontrado na manhã desta terça-feira, 25 de outubro.
Externamos nosso pesar e solidariedade a família de Erenilson, a toda comunidade escolar da Escola Família Rio Macacoari e a RAEFAP neste momento de luto.
A secretaria da UNEFAB.

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

FONEC: NOTA SOBRE A MEDIDA PROVISÓRIA n.º 746/2016 – MP da Reforma do Ensino Médio

O Fórum Nacional de Educação do Campo - FONEC emitiu nota sobre a Medida Provisória n.º 746/2016, a chamada MP da Reforma do Ensino Médio. A Medida Provisória foi editada em setembro/2016 pelo governo de Michel Temer. Confira o texto da MP clicando aqui. 
Confira abaixo a íntegra da nota, que esclarece sobre pontos importantes e impactantes da MP e apresenta o posicionamento do colegiado sobre essas mudanças propostas.

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Seminário 25 anos das Efas do Amapá finaliza com assinatura de termo de fomento

Nos últimos dias 15 e 16 de setembro, o Instituto Internacional de Educação do Brasil (IEB), em parceria com a Rede das Associações das Escolas Família do Amapá (RAEFAP) realizou o “Seminário Desenvolvimento sustentável e os desafios na garantia da educação do campo, das águas e da floresta como direito dos (as) agricultores (as) familiares e agroextrativistas”. O evento teve como objetivo refletir sobre a importância das Escolas Família na construção de alternativas sustentáveis de desenvolvimento rural, assim como problematizar seus maiores desafios no Estado do Amapá, como o financiamento e o marco legal, no decurso dos 25 anos de sua existência.

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Audiência Pública reforça importância da Educação do Campo e da luta pela democracia no país

A Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) realizou dia 15 de setembro audiência pública sobre o direito à educação do campo. Reunindo representantes de movimentos sociais e educadores do campo, a iniciativa demarcou a importância da educação nas escolas em assentamentos e acampamentos, construindo um modelo educacional que compreenda as particularidades e necessidades dos povos camponeses, entre eles, lideranças do movimento das Escolas Famílias Agrícolas (EFAs).
Atualmente, o diagnóstico de educadores é que há um movimento de tentar reduzir ou até mesmo extinguir o papel de uma educação voltada aos interesses do campesinato. É o que aponta o professor Roberto Leher, reitor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). “Recentemente contabilizamos 40 mil escolas fechadas no país, muitas delas no campo. Há uma política óbvia de apagamento da memória de que existe educação no campo, e, em consequência, de quem reivindica um modo de vida que se confronta com o agronegócio”, disse.

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Carta de Apoio ao Movimento das Escolas Família Agrícola (EFAs) de Minas Gerais

Em apoio aos companheiros e companheiras de caminhada que lutam em defesa da Educação do Campo e da Pedagogia da Alternância no Estado de Minas Gerais, a partir de ações retrógradas do Governo Estadual, que tem prejudicado especialmente as escolas que adotam a Pedagogia da Alternância, bem como, trazido prejuízo aos profissionais que atuam nestas escolas, a UNEFAB em nome do Movimento das Escolas Família Agrícola do Brasil, emitiu nota em defesa da Educação do Campo pela Pedagogia da Alternância, reafirmando a necessidade do ente estadual respeitar os marcos regulatórios previstos na legislação federal e estadual daquele Estado:

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

EFA de Marabá e Instituições de Ensino Superior iniciam projeto de pesquisa

A Escola Família Agrícola (EFA) Padre Humberto Pietogrande, de Marabá em parceria com Instituições de Ensino Superior (IES) e órgãos que atuam na Educação do Campo, a saber: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA – Campus Rural de Marabá); Universidade Federal do Pará (UFPA - Centro de Educação – Belém), Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA), Universidade do Estado Pará (UEPA- Campus de Marabá), Secretaria Municipal de Educação de Marabá (SEMED) e Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado Pará (EMATER – PARÁ) realizaram nos dias 04 e 05 de agosto de 2016, uma série de diálogos visando à construção de um Projeto de Pesquisa: “a história da EFA Marabá no contexto do desenvolvimento no Sul e Sudeste do Pará”.

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Nota da AMEFA sobre a parceria com o Governo de Minas Gerais

A Associação Mineira das Escolas Famílias Agrícolas (AMEFA), entidade representativa das Escolas Famílias Agrícolas (EFAs) de Minas Gerais, perante o grave cenário em que não estão sendo repassados os recursos da parceria com o Governo de Minas Gerais, deixando as Escolas em situação seriamente vulnerável, emitiu nota de esclarecimento à sociedade e às entidades parceiras. A nota segue abaixo:

As Escolas Famílias Agrícolas (EFAs) de Minas Gerias, bem como a Associação Mineira das Escolas Famílias Agrícolas (AMEFA) enquanto entidade representativa das EFAs mineiras, vem tornar pública a situação enfrentada atualmente por esse movimento ante a falta de repasse de recursos por parte do atual governo do Estado de Minas Gerais. 

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Fórum de Educação do Campo do Sul e Sudeste do Pará tem funcionamento retomado

O Fórum Regional de Educação do Campo do Sul e Sudeste do Pará (FREC), realizou dia 25, no auditório da Unifesspa Campus I - Folha 31, Plenária de Rearticulação de suas ações, constam na pauta apresentação dos participantes; breve histórico destacando a trajetória, desafios e perspectivas levando em conta as atividades desenvolvidas pelas organizações (Unifesspa, IFPA e os Movimentos Sociais); discussão e encaminhamentos.

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Programa da Embrapa destaca trabalho das EFAs

O programa "Dia de Campo na TV" da Embrapa, exibido em 27 de junho passado, realizou debate sobre "Juventude e Sucessão Rural" e destacou o trabalho das Escolas Família Agrícola (EFA). Participaram de reportagem, os jovens José Felipe S. Matieli, da EFA Belo Monte (ES), Diego Limberg, da EFA Santa Cruz do Sul (RS) e Iara Ribeiro Silva, secretária executiva da UNEFAB.
As gravações haviam sido realizadas no Centro de Convenções Ulisses Guimarães em Brasília-DF, no dia 31 de maio de 2016, durante a abertura da 2ª Conferência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (CNATER).

terça-feira, 12 de julho de 2016

Coordenação Colegiada da EPN da UNEFAB se reuniu em Piúma-ES

Representantes da coordenação colegiada da Equipe Pedagógica Nacional da UNEFAB - União Nacional das Escolas Famílias Agrícolas do Brasil estiveram reunidos entre os dias 6 e 8 de julho de 2016 no Centro de Formação e Reflexão (CFR) do MEPES em Piúma-ES. Durante o encontro, cumpriram pauta referente ao plano de formação e processo formativo das EFAs e sobre as publicações da UNEFAB.

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Jovens das EFAs participam do III Sinergia com Foco em Juventude

Aconteceu de 03 a 12 de junho de 2016, nos Estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais o III Sinergia com Foco em Juventude, com participação de representantes de organizações que atuam com juventudes rurais do Brasil, Equador, Peru, El Salvador e Bélgica. O evento, organizado pelas ONGs belgas TRIAS, Kiyo, Entraide e Disop, teve a participação de 70 jovens e lideranças de organizações que desenvolvem ações para a juventude.
Durante a primeira parte do Encontro, no Centro Cultural João XXIII, foram discutidas e socializadas experiências de organização e geração de renda para jovens rurais e elaboradas diversas propostas com o intuito de fortalecer o trabalho com juventude das organizações. Das discussões, foi elaborado e apresentado um documento aos representantes do governo belga: o embaixador Josef Smets e o cônsul-geral Bernard Quintin.

segunda-feira, 13 de junho de 2016

NOTA DA UNEFAB EM REPÚDIO AO GOLPE

O Conselho Administrativo da União Nacional das Escolas Família Agrícola do Brasil – UNEFAB, representando 12 regionais e 148 Escolas Família Agrícola – EFAs, reunido em Belo Horizonte/MG, nos dias 06 e 07 de junho de 2016, torna público a posição de REPÚDIO AO GOLPE, ao qual o Brasil foi submetido, bem como a escalada de um governo ilegítimo, que atenta contra o Estado Democrático de Direito e a Democracia, que estamos ainda consolidando, ante ao nosso histórico de ditaduras civis-militares no século XX.

sexta-feira, 10 de junho de 2016

UNEFAB realiza reunião do Conselho Deliberativo em Belo Horizonte

Foi realizado entre os dias 06 e 07 de junho, na sede da AMEFA – Associação Mineira das Escolas Famílias Agrícolas, em Belo Horizonte-MG, reunião do Conselho Deliberativo da UNEFAB. A reunião teve a participação de Antônio Baroni Rocha (presidente da UNEFAB), Maria Alice Dias (representante da AEFAPI), Thiago Pereira (representante da REFAISA), Idalgizo Monequi (representante do MEPES), Zelindo Covre (representante da RACEFFAES), Idalino Firmino (da EPN/AMEFA), Joaquim Silva (representante da AECOFABA), Júlio César Pacheco (representante da AMEFA), João Paulo Reis (da EPN/AGEFA), Elton Hein (representante da AGEFA), Joel Benisio (da EPN/MEPES) e Iara Silva (secretaria executiva da UNEFAB).

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Representantes de EFAs participam da Etapa Nacional da 2ª CNATER

Dezenas de representantes do movimento das Escolas Família Agrícola (EFA) participaram como delegados da etapa nacional da 2ª Conferência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (2ª CNATER), realizada no Centro de Convenções Ulisses Guimarães em Brasília-DF entre os dias 31 de maio e 03 de junho de 2016*.
O processo da 2ª CNATER chegou ao fim após ampla mobilização, que somou 40 mil participantes do rural brasileiro. As delegações homologaram as 30 propostas para o documento final do evento. Os delegados e delegadas também aprovaram a carta final, que reforça o posicionamento do pleno sobre a conjuntura não só do processo da Conferência, como do cenário político atual no país.

quinta-feira, 19 de maio de 2016

Educadores das EFAs do Maranhão se formam pela UFMA

No dia 12 de maio foi realizada a cerimônia de colação de grau dos discentes do curso de Licenciatura em Educação do Campo de Bacabal-MA da UFMA - Universidade Federal do Maranhão, que ingressaram em 2009 e 2010 por meio do Programa de Apoio à Formação Superior em Licenciatura em Educação do Campo (Procampo), do Ministério da Educação.
Trinta formandos das áreas de Ciências Agrárias e de Ciências da Natureza e Matemática, da turma “Profa. Dra. Cacilda Rodrigues Cavalcanti” receberam o grau da reitora Nair Portela. O programa é viabilizado no Maranhão a partir de uma parceria iniciada em 2008 entre a Supervisão da Educação do Campo da Secretaria de Estado da Educação, o Comitê Estadual da Educação do Campo e a Pró-Reitoria de Ensino da Universidade Federal do Maranhão.

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Manifesto em Apoio ao Movimento das Escolas Famílias do Amapá

Em apoio aos companheiros e companheiras de caminhada que lutam em defesa da Educação do Campo e da Pedagogia da Alternância no Estado do Amapá, a partir de ações retrógradas do Governo Estadual, que tem prejudicado especialmente as escolas que adotam a Pedagogia da Alternância, bem como, trazido prejuízo aos profissionais que atuam nestas escolas, a UNEFAB em nome do Movimento das Escolas Família Agrícola do Brasil, em defesa da Educação do Campo pela Pedagogia da Alternância, reafirmando a necessidade do ente estadual respeitar os marcos regulatórios previstos na legislação federal e estadual daquele Estado, apresenta a seguinte nota:

terça-feira, 17 de maio de 2016

Educadores de Escolas Famílias do AP protestam por salários atrasados

Monitores e funcionários das Escolas Famílias do Amapá que dizem estão desde junho de 2015 sem receber salários. fizeram um protesto nesta terça-feira (17 de maio) durante a abertura do Seminário de Formação de Educadores (as) das Escolas Famílias do Amapá (EFA). O evento será realizado até sexta-feira (20), na Universidade Federal do Amapá (Unifap). 
De acordo com os professores, além dos salários atrasados, é cobrado apoio às escolas localizadas no interior do estado. O manifesto foi feito com a finalidade de chamar a atenção dos futuros profissionais da área agrícola para a luta pelos direitos da classe, segundo a categoria.

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Integrantes de Centros de Formação por Alternância ocuparam Secretaria de Educação do Maranhão

Centenas de jovens, agricultores familiares, monitores/professores e dirigentes integrantes das redes UAEFAMA - União das Associações das Escolas Famílias Agrícolas do Maranhão e ARCAFAR - Associação das Casas Familiares Rurais das Regiões Nordeste/Norte ocuparam nesta terça-feira (03) as dependências da Secretaria de Estado de Educação do Maranhão, na capital São Luiz.
Os representantes das EFA - Escolas Família Agrícola, CEFFA - Centros Familiares de Formação por Alternância e CFR - Casas Familiares Rurais do Estado cobram o repasse dos recursos do FUNDEB - Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação pelo governo estadual.

UNEFAB assina Carta em Defesa da Agricultura Familiar e da Agroecologia

A ANA -Articulação Nacional de Agroecologia elaborou carta em defesa das políticas de Agroecologia e da Agricultura Familiar, em defesa do MDA - Ministério do Desenvolvimento Agrário, contra o retrocesso nas políticas públicas e contra o rompimento institucional no Estado Brasileiro.
A carta foi assinada por diversos movimentos e entidades do campo integrantes da ANA, entre estas, a UNEFAB e as regionais AGEFA - Associação Gaúcha Pró- Escolas Famílias Agrícolas pela AMEFA - Associação Mineira das Escolas Famílias Agrícolas. O movimento das EFAs está sendo representado na ANA pelos companheiros Júlio César Almeida Pacheco (integrante da AMEFA e 2º secretário da UNEFAB) e Antonio Gomes (integrante da AGEFA e EPN/UNEFAB).

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Plano Safra de Agricultura Familiar 2016/2017 prevê investimento recorde

Em solenidade nesta terça-feira (03) a presidente Dilma Rousseff e o ministro do Ministério do Desenvolvimento Agrário Patrus Ananias fizeram o anúncio do Plano Safra da Agricultura Familiar 2016/2017. Neste Plano Safra os agricultores familiares vão contar com crédito recorde de R$ 30 bilhões.
O montante será disponibilizado por linhas de financiamento para cultivo, produção e investimento com taxa de juros abaixo da inflação. Neste ano a taxa de juros caiu de 5,5% para 2,5% ao ano, para alimentos que compõem a base da alimentação do povo brasileiro – arroz, feijão, mandioca, tomate, alho, cebola e hortaliças, bem como para financiamentos de produção orgânica e agroecológica e investimentos em práticas sustentáveis de manejo do solo, da água e de produção de energia renovável.

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Inauguração da EFABIP Pe. JOSIMO, no Bico do Papagaio - TO, será dia 16 de abril

Na região do Bico do Papagaio – extremo norte do Estado do Tocantins, divisa do Pará com o Maranhão, estará sendo inaugurada no dia 16 de abril de 2016, no município de Esperantina, a ESCOLA FAMÍLIA AGRÍCOLA DO BICO DO PAPAGAIO PE. JOSIMO – EFABIP PE. JOSIMO. Nesta região de intensa luta pela reforma agraria, as organizações há muito tempo amadureceram a ideia de implantação de uma EFA no território, desde o ano de 1996, quando se realizou as primeiras visitas de intercâmbios para conhecer a experiência e proposta de EFAs em outras regiões do pais.

Vale do Jaguaribe, no Ceará, terá uma Escola Família Agrícola

A Comissão Pastoral da Terra do Ceará deu início neste ano de 2016 o processo que deve culminar na criação de uma EFA no Município de Tabuleiro do Norte, na região cearense do Vale do Jaguaribe, contando com a parceria da Paróquia local, Nossa Senhora das Brotas, da Cáritas Diocesana de Limoeiro do Norte, da Organização Barreira Amigos Solidários (OBAS) e da ONG COMTACTE, de Aracati. 
A previsão de início das atividades da EFA Jaguaribana é janeiro de 2018. Até lá, várias atividades serão realizadas para sensibilizar e mobilizar os jovens rurais e suas famílias na região, mobilizar recursos humanos e financeiros, criar a associação mantenedora da EFA, divulgar a escola e firmar parcerias.

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Ato Público mobiliza as Escolas Família Agrícola de Minas Gerais

A Associação Mineira das Escolas Família Agrícola (AMEFA) realizou o ato público “Tecendo Redes e Celebrando conquistas” na tarde da última sexta-feira, 08 de abril, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte-MG, com a presença de estudantes, educadores, trabalhadores do campo e representantes de movimentos sociais e do Governo do Estado de Minas Gerais.
O ato teve o objetivo de celebrar as lutas e conquistas dos últimos anos, mostrar ações desenvolvidas pelas Escolas Família Agrícola (EFAs) e construir uma rede intersetorial com secretarias e órgãos de governo para fortalecimento do trabalho realizado por essas unidades de Educação do Campo no Estado.

sexta-feira, 25 de março de 2016

EFA de Marabá e Organizações promoveram Seminário sobre Pedagogia da Alternância

Aconteceu na sexta-feira (18), a partir das 20:00 horas a Abertura do Seminário: história, desafios e perspectivas da Pedagogia da Alternância na Região Sudeste do Pará, na EFA Padre Humberto Pietogrande, localizada na Rodovia Transamazônica km 23 – Marabá (sentido Itupiranga). 
Coordenada pelo o educador Yank Torres (EFA) participaram da Mesa de Abertura: o Secretário Municipal de Educação Pedro Souza, o Reitor da Unifesspa Maurílio Monteiro, o coordenador de Ensino do Campo da SEMED Ueslei Nascimento, o Diretor do IFPA Campus Rural Manuel Fábio, o Professor Orlando Nobre Souza (UFPA), o professor Orlando Moraes (4ª URE/SEDUC), o Supervisor Regional da Embrapa Daniel Mangas, o diretor da FETRAF Sebastião Alves de Souza, chefe de Unidade do INCRA Neudilan Bezerra, o presidente da Associação dos/as Agricultores/as Familiares do PA Grande Vitória Antonio Rodrigues da Rocha “Mineiro” e a Coordenadora da EFA Vanalda Araújo.

sexta-feira, 11 de março de 2016

Carta de Apoio ao Movimento da Educação do Campo do Estado do Espírito Santo

Em apoio aos companheiros e companheiras de caminhada que lutam em defesa da Educação do Campo e da Pedagogia da Alternância no Estado do Espírito Santo, a partir de ações retrógradas do Governo Estadual, que tem prejudicado especialmente as escolas de assentamentos que adotam a Pedagogia da Alternância, bem como trazido prejuízo aos profissionais que atuam nestas escolas, a UNEFAB em nome do Movimento das Escolas Famílias Agrícolas do Brasil, emitiu nota em defesa da Educação do Campo pela Pedagogia da Alternância, reafirmando a necessidade do ente estadual respeitar os marcos regulatórios previstos na legislação federal e estadual daquele Estado. Segue abaixo a nota:

quinta-feira, 10 de março de 2016

EFA da Região de Marabá: 20 anos de história

As origens da Educação do Campo no Estado do Pará* estão ligadas as experiências educativas de formação de jovens agricultores/as utilizando a Pedagogia da Alternância. Tendo como projetos pioneiros a Casa Familiar Rural (CFR) de Medicilândia, em 1995 e a Escola Família Agrícola (EFA) da Região de Marabá, em 1996. Ressaltamos que no Pará a primeira EFA funcionou no município de Afuá criada em 1992. 
O marco inicial da EFA da Região de Marabá é o I Encontro de Jovens Camponeses, realizado em outubro de 1993, pela Fundação Agrária do Tocantins Araguaia (FATA) no âmbito do Programa Centro Agroambiental do Tocantins (CAT), em conjunto com seus Sindicatos dos/as Trabalhadores/as Rurais (STTR´s) de Marabá, Itupiranga, Jacundá, São João do Araguaia, São Domingos do Araguaia e Nova Ipixuna. O surgimento da ideia de criar uma Escola Agrícola - Projeto Futuro do Jovem Camponês é este encontro de jovens, início da caminhada. 

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

EFAs de Goiás participam da Etapa Temática Estadual ATER para a Juventude Rural

Aconteceu no dia 27 de fevereiro de 2016, sábado, na Escola Família Agrícola de Goiás (EFAGO), no município de Goiás-GO, a Etapa Temática Estadual: ATER para a Juventude, no âmbito da 2ª Conferência Nacional de ATER (2ª CNATER).
A etapa contou com aproximadamente 100 jovens vindos do meio rural, principalmente estudantes e técnicos egressos das Escolas Famílias Agrícolas do Estado de Goiás (Orizona, Uirapuru e Goiás), estudantes do Instituto Federal de Ciências e Tecnologia de Goiás (IFG), além de representações do INCRA-GO, Delegacia do MDA-GO, Embrapa e Territórios Rurais do Estado. A secretaria da UNEFAB participou da conferência através de seus servidores Iara Silva (secretária executiva) e Anselmo Lima (auxiliar de secretaria).

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Encontro discute situação da Educação do Campo e das Escolas Famílias no Amapá

O presidente da UNEFAB, Antonio Baroni, participou neste sábado, dia 27 de fevereiro, em Macapá-AP, juntamente com lideranças e representantes das Escolas Famílias do Amapá, de encontro para discutir a Educação do Campo no Estado.
Baroni foi a convite da senhora Maria da Conceição Magave Miranda, presidenta da Rede das Associações das Escolas Famílias do Amapá (Raefap) e vice-presidenta da UNEFAB.

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Juventude Rural discute propostas para o Plano Nacional de Juventude e Sucessão Rural

Entre os dias 23 e 25 de fevereiro de 2016, lideranças jovens* de todo o Brasil participaram em Brasília-DF da ‘Oficina de Diálogo sobre o Plano Nacional de Juventude e Sucessão Rural’, organizada pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), para discutir e priorizar propostas que integrarão o documento final deste plano.
Na solenidade de encerramento do evento, a secretária executiva do MDA, Maria Fernanda Coelho, disse que os documentos trazem um aprofundamento das demandas ao debater valores da sociedade. Ela caracterizou a criação do Plano como um momento histórico. Maria Fernanda garantiu, ainda, que vai dar atenção especial ao acesso ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) Jovem, uma das demandas apresentadas no encontro. “Nós já estamos trabalhando e dando prosseguimento a algumas demandas colocadas, e temos como meta implementar e dar andamento, ainda em 2016, às ações do Plano Nacional de Juventude e Sucessão Rural”, assegurou.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

EFA de Marabá reivindica área junto à SEDAP

A Escola Família Agrícola (EFA) Professor Jean Hébette de Marabá-PA entregou um documento solicitando abertura de um diálogo e um processo de negociação visando a Cessão de Uso de uma parte da área da Secretaria de Estado Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (SEDAP), situada no km 27 – Itupiranga, sendo um hectare na parte da frente e no fundo nove hectares para desenvolvimento de atividades agrícolas e ambientais pela EFA e parceiros através de um projeto denominado Escola-Acampamento.
O Secretário de Estado Hildegardo de Figueiredo Nunes recebeu a reivindicação com grande possibilidade de atendimento do pleito já que é parceiro da origem e desenvolvimento da Pedagogia da Alternância no estado do Pará.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Balanço do trabalho realizado em 2015 pela EFA Dom Fragoso, de Independência/CE

Mesmo diante das dificuldades climáticas encontradas no ano de 2015, a EFA Dom Fragoso prova que trabalha na perspectiva de convivência com o semiárido. Mostrando que não é possível acabar com a seca, mas, conviver com ela*.
Com o esforço da equipe de monitores(as), dos educandos(as) e de suas famílias, a área produtiva da EFA Dom Fragoso conseguiu bons resultados, nesse ano, como por exemplo:
• A implantação de um novo sistema de irrigação na Unidade Demonstrativa Complexo Mandala, utilizando recursos da comercialização de produtos da própria produção (cheiro-verde e alface), tornando-se assim autossustentável.