segunda-feira, 11 de maio de 2015

EFA Professor Jean Hébette de Marabá Comemora Primeiro Ano de Funcionamento

A Escola Família Agrícola (EFA) “Prof. Jean Hébette” comemorou seu primeiro ano de funcionamento realizando nos dias 7 e 8 de maio de 2015, o I Encontro dos Pais, Mães e Educandos/as, o evento foi realizado na sede da EFA localizada no km 23 da Rodovia Transamazônica (BR 230 – sentido Itupiranga), no Projeto de Assentamento Grande Vitória, município de Marabá – Pará, Amazônia Brasileira.
No decorrer da programação foram realizadas: palestra sobre o histórico sobre das EFA´s no mundo, Brasil e Pará; discussão e aprovação do regimento interno da EFA; socialização de políticas públicas para os jovens do campo e relato de ex-alunos/as sobre a sua experiência na EFA. Vale ressaltar que a Pedagogia da Alternância comemora em 2015 80 anos de nascimento “desde novo jeito de ensinar e obter êxito” prevista uma programação especial na França. A EFA é uma organização filiada à União Nacional das Escolas Famílias Agrícolas (UNEFAB) desde 1998. Tem 47 anos existência no Brasil, estando presente em 17 estados brasileiros com 147 Centros de Familiares de Formação por Alternância (CEFFA´s).
Na parte cultural apresentações pela Escola Boa Esperança do Burgo dirigida pelo educador do campo Celso Modesto e a Comunidade do Km. 21 do PA Grande Vitória sob a coordenação da educanda da licenciatura em Educação do Campo (UNIFESSPA) Carlene Oliveira. Também teve voz e violão com o educador ambiental Gilvamar Nunes (Escola Jarbas Passarinho). 
A pedagoga Vanalda Gomes Araujo que a partir de 2015 assumiu a coordenação da EFA, tem trabalhado muito em conjunto com a equipe de monitores/as para ampliação do número de alunos/as, que atualmente já são 40 jovens e articulado diversos apoios e parcerias para o bom funcionamento da escola, que é um grande desafio, mas “prazeroso” conclui a coordenadora. 
A Equipe de monitores/as (educadores/as) da EFA é composta por: Vanalda Araújo (coordenadora), Rafael Soares, Yank Torres, Emery de Castro, Leonardo Silva, Nilva Souza e Damião Santos.

A Secretaria Municipal de Educação de Marabá (SEMED) que é mantenedora da EFA se fez presente por vários setores: o educador Weslley Nascimento (Diretor de Ensino do Campo) representou o Secretário Pedro Souza (que estava de atividades em Brasília), Wátna França e Aguinair Rodrigues (Coordenação Local do Projovem Campo). A EFA tem contado com total apoio da prefeitura por determinação do prefeito João Salame Neto (PROS). Na fase de implantação contou com acompanhamento direto do vice-prefeito Luís Carlos Pies (PT).
Colaboraram com a realização do evento a Secretaria Municipal de Agricultura (SEAGRI) e Unimed Sul do Pará ambas dirigidas pelo médico Jorge Bichara Neto. O Deputado Estadual Dirceu ten Caten (foi representado por Tião Branco). Dirceu que além de defensor da Pedagogia da Alternância de uma maneira ampla tem pautado a EFA de Marabá em um projeto em tramitação na Assembleia Legislativa apresentado pelo deputado Airton Faleiro.

O Núcleo de Educação Ambiental (NEAm) da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA) foi representado pelas educadoras Maria Antonia Gomes Araújo e Cristiane Vieira da Cunha. O Neam tem sido um importante parceiro.
O mestre em economia solidária Manuel Fábio Matos Barros atualmente Diretor do Campus Rural do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado do Pará (IFPA) anunciou a possiblidade de implantação na EFA de um curso especial de Ensino Médio integrado a Educação Profissional na metodologia da alternância e voltado para Agricultura Familiar Amazônica. Este pleito tem sido proposto desde do início da EFA. O sociólogo mestre em Dinâmicas Territoriais e Sociedade na Amazônia Ribamar Ribeiro Júnior que participou de uma das mesas de abertura vê como excelente persctiva a parceria IFPA e EFA.

Diversas lideranças associativas/comunitárias rurais participaram do aniversário da EFA: Antonio Mineiro, Jeferson Sofá, Isaias Soares e o presidente do PA Balão. Conta com apoio da Federação dos/as Trabalhadores/as da Agricultura Familiar no Estado do Pará (FETRAF), representado pelo sindicalista Sebastião Alves de Souza “Tião Branco”.
O educador Damião Santos (assessor pedagógico da EFA de Marabá) e que faz a articulação com a UNEFAB, atualmente cursando mestrado em desenvolvimento socioespacial na Universidade Estadual do Maranhão em São Luís, enviou seu presente em forma de um pequeno artigo que retratam os aspectos de vitalidade e produtividade do projeto. Reforça a crença que “É possível construir conhecimentos e alimentos”. Em 2015 as prioridades são: a elaboração do Projeto Político Pedagógico e a formação inicial na Pedagogia da Alternância, bem como garantir o funcionamento interno da EFA, de forma viva, produtiva e exitosa.

* Texto e foto enviados por Damião Santos.

0 comentários:

Postar um comentário