sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Representantes da UNEFAB discutem no MDA reivindicações dos CEFFAs

Representantes da UNEFAB - União Nacional das Escolas Famílias Agrícolas do Brasil participaram em Brasília-DF nesta quinta-feira, 26 de fevereiro,  de audiência com a secretária executiva do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Maria Fernanda Ramos Coelho. Na pauta, reivindicações de demandas comuns da Rede CEFFAs - Rede dos Centros Familiares de Formação por Alternância, principalmente no que tange a políticas que proporcionem a formação profissional dos jovens do campo. O Assessor de Gabinete do Ministro Patrus Ananias, Wallisson Brandão, também participou da reunião.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Educador da EFA de Castelo (ES) lançará Obra Literária Infanto-juvenil

A obra literária infanto juvenil, “O Incrível Contador de Histórias”, é um romance escrito pelo professor castelense, Marcos Antônio Bento, e será lançada em Castelo na próxima quarta-feira, 25 de fevereiro, às 19 horas, no plenário da Câmara Municipal de Castelo (Espírito Santo). O livro é uma publicação da editora carioca “Multifoco”, e já está com pré-venda pela internet para todo Brasil, através do endereço eletrônico: escritorpoetamarcosbento.blogspot.com.br.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

AMEFA e outras Organizações Sociais participam de reunião com Secretária da Educação de Minas Gerais

Em diálogo com diversos movimentos sociais ligados à Educação, a secretária de Estado de Educação de Minas Gerais, Macaé Evaristo, se encontrou no dia 30 de janeiro com representantes de diferentes organizações para discutir a educação do campo. Entre os movimentos representados estavam a Associação das Escolas Famílias Agrícolas de Minas Gerais (AMEFA), o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), a Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais (Fetaemg), o Sindicato Único dos Trabalhadores da Educação em Minas Gerais (Sind-UTE) e a Comissão Pastoral da Terra-MG (CPT/MG). Educadores também participaram do encontro, inclusive da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) e da Universidade Federal de Uberlândia (UFU).

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Opinião: A Escola como Mediadora entre os Conhecimentos: Empírico e Científico*

Damião Solidade Santos**

Para a professora e pesquisadora da Universidade Federal do Paraná (UFPR) Acácia Zeneida Kuenzer (2003) se faz necessário o estudo mais aprofundado da categoria competência, que tem várias conexões de acordo com o modo de produção. Na acumulação flexível, por exemplo, pode ser entendida como a capacidade de domínio de conhecimentos para enfrentar situações (eventos) não previstas.
Vale ressaltar que no modo de produção rígido taylorista/fordista há uma supremacia do conhecimento tácito sobre o conhecimento científico, tendo a experiência, a memorização, a repetição como características predominantes.