segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

EFA de Porto Nacional promove o IV Seminário da Pedagogia da Alternância

A Escola Família Agrícola de Porto Nacional realizou no dia 10 de dezembro o IV SEMINÁRIO DA PEDAGOGIA DA ALTERNÂNCIA – 20 ANOS DE EFA EM PORTO NACIONAL-TO – CONQUISTAS E DESAFIOS.O seminário fez parte da programação da 34ª Semana da Cultura e, na abertura, o diretor Ozéias Neres Cerqueira fez um apanhado desses 20 anos de história.
A Escola Família Agrícola de Porto Nacional-TO iniciou seus trabalhos em 31 de janeiro de 1994, atendendo a uma turma de 6º ano (antiga 5ª série) e foi aumentado o gradativamente com conclusão da primeira turma do Ensino Fundamental II em 1997. A partir de 1999 a EFA passou a atender estudante do Ensino Médio Básico e, em 2004, o Curso Técnico em Agropecuária.
Nestes 20 anos de existência a EFA atendeu ao seguinte quantitativo:
- Estudantes Concluintes do 9º ano 1997 – 2014: 492
- Estudantes Concluintes do Ensino Médio Básico – 2001 – 2010: 220
- Curso Técnico em Agropecuária Subsequente 2003 – 2010: 150
- Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio 2012 – 2014: 55
- Magistério de Nível Médiopelo PRONERA(Programa Nacional de Educação nas Áreas de Reforma Agrária) – 96

A EFA oferta hoje:
- Ensino Fundamental anos Finais
- Curso Técnico Em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio;
- Curso Técnico em Agroecologia Integrado ao Ensino Médio;
- Ensino Médio modalidade Normal – Magistério de Nível Médio;
- E dezenas de cursos de capacitação para Agricultores Familiares;

A EFA atende hoje a 476 estudantes provenientes de 383 famílias oriundas de 42 municípios e 96 comunidades organizadas em 65 Associações, 3 Cooperativas e vários Sindicatos de Trabalhadores Rurais vinculados à Federação dos Trabalhadores Rurais na Agricultura do Estado do Tocantins– FETAET.
Neste período a EFA avançou muitos em todos os aspectos. Com relação à infraestrutura em 1994 havia 290 m² de área construída que hoje evoluiu para 5.004 m² com uma área de cerrado em torno de 27,85 ha disponível para experimentos.

0 comentários:

Postar um comentário