terça-feira, 4 de novembro de 2014

Jovens da EFA de Garrafão participam de Intercâmbio na Alemanha

Quatro jovens do 3º Curso de Língua Alemã da Escola Família Agrícola de Garrafão, em Santa Maria de Jetibá, irão participar de um intercâmbio na Alemanha, para adquirir conhecimentos técnico, socioprofissional e cultural.
A iniciativa faz parte da parceria entre o Governo do Espírito Santo, por meio da Secretaria de Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (SEAG), dentro do projeto ‘Valorização da Juventude Rural’, Associação Deula Ijuí – Instituto Alemão de Tecnologia Agrícola, Consulado da Alemanha no Espírito Santo, Fundação Germânica Capixaba Anna Duis e o Movimento de Educação Promocional do Espírito Santo (MEPES), com o apoio da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES).
“Essa é mais uma oportunidade de conhecimento e formação à disposição dos jovens rurais capixabas. Iniciativas como esta e outras que mantemos constantemente em diversos municípios capixabas são capazes de contribuir e muito com o fortalecimento da juventude e das famílias do interior do nosso Estado”, destaca a coordenadora do projeto Valorização da Juventude Rural, Célia Kiefer.
Ruy Berger, Danilo Kloss, Julia Boone e Geovane Lidig embarcaram na noite da última quarta-feira, 29 de outubro, e permanecerão na Alemanha pelo período de um ano. “Vou com o objetivo de aperfeiçoar o curso de Alemão e conhecer novas técnicas e tecnologias em geral que possam contribuir com a melhoria de minha formação e do meu currículo”, comemora Danilo Kloss, de 19 anos, morador da localidade de Rio Lamego, em Santa Maria de Jetibá.
“A Alemanha é um grande gerador de conhecimento, com referências em várias áreas. Quero aproveitar ao máximo essa estada e a oportunidade para aprender muito, principalmente novos métodos e tratos que possa aplicar na pequena propriedade rural da minha família”, ressalta Julia Boone, de 18 anos, moradora de Garrafão.
No intercâmbio, além de aperfeiçoar o conhecimento do alemão, os jovens receberão capacitações técnico-socioprofissional em agropecuária no Instituto Tecnológico DEULA e interação com a cadeia produtiva nas atividades que serão desenvolvidas junto às propriedades familiares alemãs, além de oportunizar vivência em uma cultura europeia, trazendo-lhes significados importantes e transformadores nas vidas dos jovens rurais capixabas.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Seag/ES, extraído da página do MEPES.

0 comentários:

Postar um comentário