segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Seminário do FONEC discute Educação do Campo no Brasil

O FONEC - Fórum Nacional de Educação do Campo promoveu de 15 a 17 de agosto de 2012 o Seminário Nacional de Educação do Campo, que aconteceu no auditório Margarida Maria Alves, na Escola Nacional de Formação da CONTAG, em Brasília. O evento fez uma reflexão sobre a situação da Educação do Campo e sua trajetória histórica e política, unificando a leitura dos desafios postos especialmente aos movimentos e organizações sociais e sindicais, além de construir uma estratégia de articulação e mobilização do FONEC em âmbito nacional, estadual e municipal. A UNEFAB - União Nacional das Escolas Famílias Agrícolas do Brasil foi representada, vindos das Associações Regionais, por dirigentes e monitores.
A abertura política contou com representações da CONTAG, Via Campesina, Rede de Educação do Semiárido Brasileiro, Rede CEFFAs - Centros Familiares de Formação por Alternância, das Instituições de Ensino Superior e do deputado federal Padre João (PT-MG). 
José Wilson, da CONTAG, destacou que esse seminário é um exemplo de unidade entre os movimentos sociais, que assimilaram que sozinhos não conseguem avançar tanto. “A CONTAG teve muitos momentos de fortalecimento, como no Grito da Terra Brasil, na Marcha das Margaridas, no Festival Nacional da Juventude Rural, dentre outros. Mas, avaliamos que avançamos pouco na área da educação. Nesse sentido, entendemos que é preciso haver essa união”, explica.
Ainda na abertura política, a maioria das lideranças presentes concordou que o grande desafio dessa luta da educação do campo é garantir que os sujeitos do campo sejam reconhecidos como diferentes.
No primeiro dia, além da abertura, houve uma introdução aos debates e trabalho em grupo sobre o panorama da Educação do Campo nos estados e regiões. No período da tarde estão programadas uma plenária de socialização das sínteses do debate realizado nos grupos e uma exposição com o tema “O campo brasileiro hoje e os projetos de desenvolvimento em confronto”.
Para o segundo dia foi realizado um painel que tratou da Educação Brasileira e desafios para a Educação do Campo, além do balanço de uma década e meia da Educação do Campo. Também aconteceu a exposição do documento preliminar para os debates, bem como um trabalho de grupo para aprofundamento da análise para a construção de estratégias de atuação política na Educação do Campo e apresentação de publicações sobre essa temática.
No último dia, 17 de agosto, foi apresentada a síntese do trabalho em grupo e aconteceu outra atividade coletiva para definição de estratégias de atuação política e fortalecimento da organicidade do FONEC e plenária final para socialização das discussões dos grupos e encaminhamentos finais do seminário.
Dentre os encaminhamentos do Seminário, foi feita a elaboração de um documento intitulado "Notas para análise do momento atual da Educação do Campo", que faz reflexões e uma análise conjuntural da Educação do Campo em nosso país no presente momento.


FONTE: Imprensa CONTAG - Verônica Tozzi
Foto: César Ramos/ CONTAG.

0 comentários:

Postar um comentário